Perco-me em ti…

Perco-me em ti, e nas palavras não ditas mas tão sentidas.
Perco-me no aroma condimentado, adocicado de travo ténue a canela e especiarias que o teu corpo exala e me inebria os sentidos. Continuar a ler “Perco-me em ti…”

Anúncios

Um dia…

Um dia vou escrever um texto perfeito.
Dos que ninguém encontrará defeito.
Todas as palavras tornar-se-ão magia.
Cores, aromas, sabores e sinestesia. Continuar a ler “Um dia…”

Café frio…

Adoro o cheiro a café acabado de fazer logo pela manhã…
É tão bom acordar e manter os olhos fechados aspirando esse aroma, na languidez de um despertar lento e sôfrego de sentidos. Continuar a ler “Café frio…”