Xiuuu! Não digas nada…

À cinco anos atrás eras o meu mundo, eras tudo o que me fazia bem, que me completava e melhorava e de um momento para o outro pufff… Nem um telefonema, nem uma mensagem, nem uma explicação, simplesmente nada. Continuar a ler “Xiuuu! Não digas nada…”

Anúncios

Aqui estou eu…

Aqui estou eu,
anjo aprisionado,
de asas caídas,
entregue ao pecado. Continuar a ler “Aqui estou eu…”

Borboletas…

Hoje acordei assim, meio ensonada por não ter conseguido dormir tranquila, e invadida por aquela sensação de borboletas no estômago, que já não sentia há algum tempo. Continuar a ler “Borboletas…”

Inexplicável!

Este amor que te tenho é inexplicável. É directamente proporcional ao tamanho da frase que eventualmente o descreve, ou de uma poesia inacabada que teima constantemente em achar a rima perfeita enquanto é vivido. Continuar a ler “Inexplicável!”

Não consigo entender…

Desejo-te… e escrevo…
Não consigo entender este tanto sentir, o ter-te constantemente presente em mim, e a vontade de quebrar todas as barreiras e transpor limites, esses que nem mesmo eles impedem de nos querermos. Continuar a ler “Não consigo entender…”

Curiosidade…

“As mulheres, assim como as cidades de guerra, têm, todas, um lado indefeso: trata-se apenas de procurá-lo.”
Marquês de Sade

E vocês, quais são as vossa fraquezas, que vos deixa indefesos???

Miss Kitty (em modo curiosa…)