Dias…

Há dias que ficam gravados na memória…
Hoje, a medo, foi esse dia,
em que me vi assoberbada por um turbilhão de sentimentos,
e um longo abraço virou magia. Continuar a ler “Dias…”

Prazer nos Lábios — Poesia dos meus eu’s

Prazer nos lábios Abstenho-me dos medos Dos pudores, entrego-me Plenamente rendido a ti Nas noites de insónias Em que te penso em mim! A pele que te toca, Nessas noites sem fim, Cada letra um beijo, Quando me entranho em ti. Cada beijo, uma troca Cada palavra roçando na pele, Aflorando desejos, vontades Sejam firmes […]

via Prazer nos Lábios — Poesia dos meus eu’s

Simplesmente perfeito…

Miss Kitty

De uma grande amiga…

Após o convite da AlmaLusa, fiz uma selecção dos que considerei serem os poemas e textos que se identificam com todos nós. Assim nasce o meu Livro “Vidas”, com 116 páginas em formato 14x20cm. Podem ver um preview do livro pelo Link: https://goo.gl/TLBPUE Para que o livro possa ser publicado, preciso de atingir no mínimo […]

via Vidas — LOLA SECRETS

Espreitem… Podem também ler alguns texto no seu blog

Miss Kitty

Escreve(me)…

Escreves em mim a sedução do desejo, letras de fogo rubras sem nenhum pejo, do profano e erótico querer, onde cada palavra é amor e prazer e cada frase se perde na madrugada que o tempo faz entardecer. Continuar a ler “Escreve(me)…”

Desejo…

Trago o desejo na ponta dos dedos, de desvendar lugares e segredos, reinos inexplorados e perdidos, onde os desejos são concedidos, de desenhar toques ansiados, intensos e desmesurados, como se na tua pele viajasse, o meu poiso nela encontrasse, serenando todos os meus medos. Continuar a ler “Desejo…”

Gosto(te)!!

Gosto dos descompassos, dos toques ansiados que se perdem em abraços, numa ânsia de sentir, pelas palavras influir, num querer e poder desvendar, essa forma de amar. Continuar a ler “Gosto(te)!!”

Amor embriagado…

Algures por esse mundo…
Nos meandros do pecado…
Existe um amor vagabundo…

Um Amor embriagado…
Continuar a ler “Amor embriagado…”

Sei que me lês…

Sei que me lês…

Tentas resistir, tentas ignorar as reacções que te provoco e a forma acutilante como por vezes te toco nas feridas e consigo remexer cada pedaço de memória que queres esquecer. Continuar a ler “Sei que me lês…”

Tarde chuvosa…

Mais uma vez sozinha, deitada na chaise long, tão carregada de memórias de nós, e com os sentidos à flor da pele, nesta tarde chuvosa e fria, perfeita para te surpreender. Continuar a ler “Tarde chuvosa…”

Pérolas…

Esta noite vou-me vestir de pérolas, fortes e frágeis como eu, neste corpo que já é tão teu, que a distância teima em separar, mas as Almas apostam em a contrariar, juntam-se na perfeição, de corpo, Alma e coração.
Continuar a ler “Pérolas…”

Entrelinhas…

Quero cada curva, dessa pele que é tão tua, desse corpo perfeito, que ninguém pode pôr defeito, que me deixa a alma nua, e me acelera o peito, que é pedaço de mau caminho, neste jogo tão perigoso, tão deliciosamente caprichoso, e tento ganhar com jeitinho. Continuar a ler “Entrelinhas…”

O sentido da vida…

Eram amigos constantes, amizade que desabrochou, almas que se juntaram e nunca hesitaram, tornaram-se amantes, sem o saberem, quando menos o esperaram. Continuar a ler “O sentido da vida…”

Abandono…

Deixo de analisar, pensar no que sinto e tentar explicar, este desejo intenso que não posso ignorar, que sinto na pele teimosamente sem o teu tocar. Deixo o querer não te querer, sentimentos protelar, entrego-me ao ter, à vontade de te amar. Continuar a ler “Abandono…”

Viagem prematura…

Um dos meus primeiros textos…

Viagem prematura…

Era menina inocente, com sonhos na mente, e na sua inocência, pura e sem malícia, fazia magia e tornava o mundo uma delícia. Tudo era perfeito, a vida a seu jeito, de criança feliz, que fazia poesia dessa vida de fantasia e teve o que sempre quis. Continuar a ler “Viagem prematura…”

Possível impossível…

Ela era o sonho de um homem…
De cortar a respiração…
Beleza sem igual…
Do tamanho do seu coração… Continuar a ler “Possível impossível…”